Economia

Depois de dois anos seguidos de queda, o PIB do país voltou a subir. A alta de 1% no primeiro trimestre deste ano foi graças ao agronegócio, e a expectativa é de uma safra recorde ano. Em uma fazenda no município de Santa Helena de Goiás, as máquinas já estão colhendo o milho safrinha porque lá o produtor plantou mais cedo, por isso a lavoura está no ponto de colheita. De agora em diante até o fim de agosto, a sena vai se repetir diariamente na colheita de 1.300 milhão de hectares plantados do grão no Estado em 2017.

A região Sudoeste é responsável por 80% da produção do milho safrinha em Goiás e só em Jataí, deve ser colhidas mais de 1,5 milhão de toneladas do grão. Depois da safrinha de 2016 em que a queda do milho foi de mais de 40%, por conta da estiagem, agora a realidade é outra. O Silomar Cabral está muito otimista e com quase tudo pronto para o início da colheita. “Estamos esperando uma produtividade média em torno de 6 mil por hectare. É uma boa produtividade para a safrinha e, com certeza, vai ser uma boa safra este ano”, comemora.

Segundo o IBGE, a safra agrícola deve crescer mais de 26% neste ano. E a expectativa de uma safra recorde é responsável pela alta do PIB no país depois de oito trimestres seguidos de queda. Como se percebe, a agricultura teve um papel importante na economia do país.


© 2017 Metas Jataí: o seu portal de notícias - Rua Minas Gerais, 713, Santa Maria - Jataí/GO - CEP: 75.800-082 - (64) 3636-9016