Aumento no gás

Volta e meia vem mais aumento, agora é no botijão de gás. Aquele que todo mundo usa em casa. O reajuste está vigorando desde o 8 deste mês nas refinarias e logo vai chegar ao consumidor. O gás de cozinha vai ficar mais caro por causa de uma política de preços da Petrobrás. Os cálculos foram feitos com base no mercado europeu. O aumento foi de 6,7% nas distribuidoras e o consumidor vai pagar essa conta. A Petrobrás estima que o botijão fique R$ 1,25 mais caro ao consumidor, mas o sindicato das Empresas Revendedoras de Gás acredita que em Goiânia, o aumento vai ser de R$ 3 em cada botijão de 13 quilos. Se o aumento for este mesmo, o botijão que custa, em média, R$ 70, passa a custar R$ 73 na capital do Estado de Goiás. Pode parecer pouco, mas uma família de 4 pessoas, que gasta cerca de um botijão a cada 43 dias. Por ano, essa família vai precisar de 8 botijões. Com isso, no fim de um ano, são R$ 24 de aumento. Os economistas acreditam que o reajuste pode ser ainda maior. As revendedoras historicamente sempre repassa um percentual maior preço do produto do que a Petrobrás repassa para ela.

E já é bom ir economizando o gás porque a Petrobrás anunciou que vai ter aumento todo dia 5 de cada mês. O último reajuste do gás foi no mês de abril. O gás industrial e o comercial não sofrerão aumento.




© 2017 Metas Jataí: o seu portal de notícias - Rua Minas Gerais, 713, Santa Maria - Jataí/GO - CEP: 75.800-082 - (64) 3636-9016