Energia vai ficar mais cara

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, na última terça-feira (17/10), o rajuste de 16% na tarifa da conta de energia de residências em Goiás. No caso das indústrias, o reajuste aprovado foi de 12,03%. O aumento foi aprovado durante reunião pública. A Companha Energética de Goiás (Celg) atende aproximadamente 2,8 milhões de unidades consumidoras localizadas no Estado. O reajuste começa a valer a partir do dia 22 de outubro.

De acordo com a Aneel, para calcular o reajuste foi levado em conta a variação de custos associados à prestação do serviço, a aquisição e a transmissão de energia elétrica e encargos setoriais.

É difícil aceitar esses aumentos abusivos e pior é que os nossos políticos que elegemos não fazem nada. Eu pergunto para elegemos deputados, governadores, senadores e presidente da República? Todos sabem que eles não lutam nenhum pouquinho para nos defender. Como nos roubam como podem, não importam os aumentos. Mas, e os assalariados como irão pagar esses aumentos abusivos?


© 2017 Metas Jataí: o seu portal de notícias - Rua Minas Gerais, 713, Santa Maria - Jataí/GO - CEP: 75.800-082 - (64) 3636-9016