Prefeitura de Jataí inicia campanha de descarte consciente de pilhas e baterias

Com o objetivo de amenizar os impactos ambientais causados pelo descarte incorreto de pilhas e baterias e também de cumprir à Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305 de 2010) – que prevê a implementação de sistemas de logística reversa para resíduos eletrônicos de forma a garantir que os produtos sejam reutilizados e descartados corretamente – a Prefeitura de Jataí, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, iniciou nesta segunda-feira (23/10) a campanha de descarte consciente de pilhas, baterias de celulares e baterias recarregáveis que serão coletados em vários pontos de descarte voluntários espalhados pela cidade.


A coleta já está sendo realizada na Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, na sede da administração municipal e também nos campus Riachuelo e Flamboyant, do Instituto Federal de Goiás de Jataí; além dos Ecopontos, localizados nos setores Jacutinga e Colméia Park, que recebem eletroeletrônicos de porte pequeno, médio e grande.


Os produtos serão recolhidos periodicamente e serão encaminhados para a cidade de Rio Verde, onde serão coletados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e que dará destino certo para os materiais.


Empresas e outras instituições que se interessarem por ser um ponto de coleta poderão entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo pelo telefone (64) 3632-4064.


Além disso, toda a comunidade está convidada a participar do movimento e a contribuir com a preservação do meio ambiente e ainda amenizar os riscos à própria saúde.


Conheça os riscos encontrados no armazenamento e descarte incorretos de pilhas e baterias:

As pilhas e as baterias são como uma pequena usina portátil, que transforma energia química em energia elétrica. Elas possuem determinadas substâncias químicas que, quando reagem entre si, produzem energia elétrica e liberam substâncias químicas que podem prejudicar as águas, os homens e os animais:

Mercúrio – podem causar danos ao cérebro e ao fígado;

Cádmio – envenenamento, problemas nos ossos, rins e pulmões;

Arsênio – pode causar câncer no pulmão, doenças de pele e prejudicar o sistema nervoso;

Retardantes de chamas (BRT) – problemas no sistema nervoso e também desequilíbrio reprodutivo e hormonal;

Chumbo – danos ao sistema nervoso e sanguíneo;

PVC – se inalado, pode causas danos respiratórios;



© 2017 Metas Jataí: o seu portal de notícias - Rua Minas Gerais, 713, Santa Maria - Jataí/GO - CEP: 75.800-082 - (64) 3636-9016