Marconi denunciado

05.09.2018

    O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), acusou no último dia 21 de agosto, o relator da CPI do Cachoeira, deputado Odair Cunha (PT-MG), de querer prejudica-lo por ter feito “uma denúncia relativa ao Mensalão”, em 2005. O tucano deve decidir nesta quinta-feira (06/09), se vai procurar a Justiça para evitar o indiciamento pretendido pelo petista, segundo informação de sua assessoria de imprensa. “O relator, que é ligado a um partido político, tem um único objetivo: me prejudicar politicamente, porque lá atrás eu fiz uma denúncia relativa ao Mensalão”, disse Marconi, a o visitar na última quarta-feira em um hospital de Goiânia.

     Em 2005, quando o escândalo da compra de apoio político ao governo Luiz Inácio Lula da Silva veio a público, o tucano exercia o mandato de senador e disse ter alertado o então presidente Lula sobre o esquema. “Os envolvidos no Mensalão estão sendo condenados. Eu tinha razão quanto a isso”, disse Perillo. “O que não pode é essa tentativa de vingança permanente. O que algumas pessoas querem, nesse momento, é tentar politizar e prejudicar alguns por serem adversários”, disse o ex-governador.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google+
Please reload

© 2017 Metas Jataí: o seu portal de notícias - Rua Minas Gerais, 713, Santa Maria - Jataí/GO - CEP: 75.800-082 - (64) 3636-9016