Em segunda sessão ordinária, Alego aprova calamidade pública de 13 municípios

17.04.2020

Segundo o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira, os deputados continuarão concentrando os esforços nas ações de combate à pandemia da Covid-19

 

     Sob o comando do presidente Lissauer Vieira (PSB), o plenário da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) apreciou durante a segunda sessão ordinária remota realizada na tarde desta quarta-feira, 15, nove projetos de lei de autoria dos deputados, que seguiram para Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e decretos de calamidade pública de 13 municípios goianos, estes aprovados em votação única por 30 votos a 0. Além das matérias que contemplam iniciativas parlamentares, foram apresentados ainda outros processos relacionados ao combate e prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), como requerimentos de estado de calamidade pública de mais 12 prefeituras goianas.

     De acordo com o chefe do Poder Legislativo, os trabalhos regimentais destes dois primeiros dias apresentaram um resultado positivo com votação de matérias pertinentes às necessidades de população goiana, bem como, a realização de reunião das Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), Tributação de Finanças e Mista, todas elas também realizadas de forma virtual. Lissauer ressaltou ainda que, além dos projetos de autoria dos deputados, a Casa continuará deliberando pautas voltadas para a contenção da pandemia em Goiás.

     “Mesmo através do sistema remoto, tivemos nestes dois dias de trabalhos parlamentares um saldo satisfatório, com deliberação de diversos projetos e aprovação de pedidos de calamidade pública de dezenas de prefeituras goianas. Nossa prioridade nesse momento em concentrar os esforços para vencermos essa guerra contra o coronavírus em nosso estado, mas não deixaremos de pautar temas importantes e que vão ao encontro das necessidades dos sete milhões e 200 mil goianos”, destacou o presidente Lissauer.

     Entre os projetos aprovados nesta quarta-feira, estão os pedidos de calamidade pública das prefeituras de Aragarças, Itauçu, Pires do Rio, Palmelo, Aruanã, Leopoldo de Bulhões, Cezarina, Rio Quente, Iporá, Itarumã, Rianápolis, Davinópolis e Varjão. Além destes municípios, mais 13 cidades também solicitaram o reconhecimento de calamidade pública e receberam o aval da Comissão Mista. São elas: Gameleira de Goiás, Goianésia, Alexânia, Bonfinópolis, Vila Propício, Montividiu, Aparecida de Goiânia, Maurilândia, Luziânia, Brazabrantes, São Luiz do Norte, Silvânia e Campos Belos. Os requerimentos devem seguir para apreciação em plenário na próxima sessão ordinária.

     As sessões ordinárias estão sendo transmitidas, ao vivo, pela TV Alego no canal 61.2 da TV Aberta ou no canal 8 da NET Claro, e também, pelo site oficial da Casa: portal.al.go.leg.br.

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google+
Please reload

© 2017 Metas Jataí: o seu portal de notícias - Rua Minas Gerais, 713, Santa Maria - Jataí/GO - CEP: 75.800-082 - (64) 3636-9016